As cidades do Corpo Freudiano

A proposta de criação da RAP – REDE AMERICANA DE PSICANÁLISE surgiu na Cidade do México em 2013, com o objetivo de reunir ideias, trabalhos e os progressos da psicanálise em diferentes partes da América onde é praticada e transmitida. Propusemo-nos a examinar os problemas e as profundas alterações introduzidas em relação à sexualidade, novos laços de família, educação e política. Propondo um por um, para distinguir os novos enigmas sobre o assunto, onde a cultura nos desafia a dar respostas antes do avanço da apreciação excessiva. O dispositivo é muito original: Constituindo um Nó Borromeano de três instituições fundadoras, promove o movimento de entrada e saída nas estruturas, instituições e analistas que participam como convidados.

 

A 1ª Jornada (2013), “Clínica e cultura”, realizada na Cidade do México em 2013, reuniu psicanalistas do Corpo Freudiano Escola de Psicanálise (Brasil), $eminário Psicoanalítico (Tucumán, Argentina) e como convidado a Real (Cidade do México, México).

 

A 2ª Jornada (2014), “Os destinos do amor”, foi realizada  em Pirenópolis, Goiás, Brasil. Nos reunimos com psicanalistas do Corpo Freudiano Escola de Psicanálise, $eminário Psicoanalítico e com os convidados da Aprés Coup Psychoanalytic Association de New York, EUA.

 

A 3ª Jornada (2016), “Sexualidade e laços sociais, foi realizada em Tafí del Valle, Tucumán, Argentina, nos dias 21, 22 e 23 de abril. Participaram como convidados psicanalistas da Escuela de la Letra Psicoanalítica (Cidade do México) e Aprés Coup Psychoanalytic Association (New York). O Corpo Freudiano Escola de Psicanálise (Brasil) e o $eminario Psicoanalítico (Tucumán, Argentina), como organizadores.

 

A partir de 2016,  foi constituído o Dispositivo 3 + 1 tendo como fundadores: Corpo Freudiano (Brasil), $eminario Psicoanalítico (Tucumán, Argentina) e Eslep  (Ciudad de México, México).