As cidades do Corpo Freudiano
Corpo Freudiano | Coleção Transmissão da Psicanálise
17194
page,page-id-17194,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-6.1,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.1,vc_responsive

COLEÇÃO TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE

 

Psicanálise – uma ciência? Questão desde sempre respondida pela afirmativa, encontra sua problematização no ensino de Jacques Lacan. Se a transmissibilidade na ciência pode ser formulada através de indicações técnicas intersubjetivamente testáveis, o particular do caso a caso da clínica psicanalítica derroga de saída a viabilidade do projeto. Um transmissível que considere a perda de verdade inerente à instalação do saber é o que requer do psicanalista a reinvenção perene da própria psicanálise. Prática de enunciação, cuja teoria – produzida a partir da ignorância que aflige o ser falante faze às questões cruciais da morte, do sexo, do nascimento e da loucura – ganha cidadania junto aos enunciados científicos. É o testemunho desta intrusão virulenta do sujeito nos pressupostos objetivantes da ciência que a coleção TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE quer trazer ao leitor.

Diretor da coleção: Marco Antonio Coutinho Jorge

 

Visitar coleção